Geral da Terra, do ar, do mar e da Lua... Alma das flores, das cores, das pessoas nas ruas... Geral de tudo que se vê, de tudo que se ouve, das verdades nuas.

15/02/2008

Só pode ser brincadeira!

A queda de Mancini - neste primeiro momento - soa como birra e destempero de uma diretoria mais preocupada com a Arena do que com o futebol.
O ex-treinador Tricolor havia dito aos microfones há pouco tempo que não admitiria em hipótese alguma a intromissão de dirigentes nas escalações e coisas do futebol dentro do campo (lembram? Foi quando repercutiram por aqui o caso em que Eurico Miranda forçou a escalação de um jogador no Vasco e Romário caiu fora indignado).
Isso certamente gerou beiço nos propensos ao autoritarismo da diretoria do Grêmio.
Pois é estranho.
Até aqui, seus passos vinham sendo bem feitos.
A aposta em um treinador novo se justificava por uma série de fatores - desde os futebolísticos até os financeiros.
E Vagner Mancini atendia a todos estes.
Seu trabalho vinha começando e o padrão de jogo ofensivo vinha sendo desenhado.
Impossível ele ter sido demitido por razões de performance do time.
Se foi isso, os diretores atestaram sua total falta de incapacidade para avaliar as coisas do futebol.
Agora, anuncia-se o nome de Celso Roth - meu deus...
Sai-se, então, de uma caminhada séria, para voltar ao velho jeito de fazer futebol, com imediatismo e contratações equivocadas - é a mesma política que fez o Grêmio ser dirigido por Lazaroni, o próprio Roth e muitos outros nomes sem a mínima capacidade de treinar um time da envergadura do Tricolor.
Essa "impaciência" vai totalmente de encontro a políticas de futebol bem sucedidas na nossa história recente.
Felipão, por exemplo, assumiu o comando do time após um xilique de Cassiá - que estava vencedor no momento de seu pedido de demissão -, e sofreu muita pressão no início de seu trabalho, mas a direção segurou no osso e deu no que deu.
Tite também passou por questionamentos, Mano Menezes...
Atitudes como esta, da demissão de Mancini, atestam muito mais a falta de convicção do que estão fazendo os dirigentes do que um pensamento coerente sobre futebol.
Estariam eles contratando os jogadores também com esses critérios?!
Começa a complicar a situação...

14 Comentários:

Anonymous Jorge Vieira disse...

Fico me perguntando quanto tempo vai durar, essa naba, no comando do time. Aonde passou não deixou saudades e quase todos foram rápidas. A torcida não merece esse esforço, quase "comovente", de produzir um ano terrível.

Lembram que ele deixou o Ronanldinho, no frescor da idade, no banco?

15/02/2008 13:51

 
Anonymous Rodrigo Cardia disse...

Lembro que o Roth, nas duas vezes que assumiu, tirou o time da crise (era lanterna tanto em 1998 como em 2000) e classificou pras finais do Brasileiro. Mas foi uma retranca só...
Porém, não vejo justificativa alguma para demitir, em pleno fevereiro, um técnico que estava INVICTO no comando do time! O Grêmio jogou muito mal quarta, mas demitir o treinador por causa disso não dá...
Provavelmente a causa seja mesmo o que o Mancini disse, que não aceitaria intromissões na escalação do time. Não tem outra explicação.

15/02/2008 14:15

 
Anonymous Gremio acima de tudo disse...

Caro Guga:
Concordamos com vc em tudo. Só estamos esquecendo que foi divulgado que o Grêmio teria indenizado o clube anterior em US$ 500 mil dólares, para liberarem o Mancini. E a multa recisória?

15/02/2008 17:28

 
OpenID heliopaz disse...

Guga,

Se o comentador do Grêmio Acima de Tudo estiver certo (acho importante checarmos essa informação), então jjá virou escândalo a demissão do "Valter Avancini"...

[]'s,
Hélio

15/02/2008 18:09

 
Anonymous Jorge Vieira disse...

Como a multa é alta, afinal para um clube 500 mil das verdinhas é muita grana, algum iluminado financista pode achar que é melhor discutir juridicamente na Justiça do Trabalho. Esta tem sido a praticado desses bacanas demitem e mandam reclamar para o bispo. O resultado todos sabemos será uma enorme dívida trabalhista que algum dia será inevitavelmente paga por alguma gestao no futuro. Assim tem sido e, creio, será.

Mas como afirma este blogueiro "jamais nos matarão".

15/02/2008 21:08

 
Anonymous miguel grazziotin disse...

Nao comento peleias futebolisticas por achar o futebol apenas um lazer, mas devo dizer que aqui em Caxias o seu Paulo Pelaipe, na semifinal contra o caxias no ano passado, ameaçõu literalmente de agressao fisica,pra dizer o minimo, os jornalistas de caxias ( trabalhadores) que fossem a porto alegre para o segundo jogo...
Inclusive está respondendo processo penal na justiça..Este cidadão é um facinora que é, inexplicavelmente "adorado" pela midia esportiva de porto...

16/02/2008 22:02

 
Anonymous José disse...

A contratação/demissão de "Valter Avancini" é caso de GESTÃO TEMERÁRIA.

17/02/2008 08:29

 
Anonymous Anônimo disse...

Quanto à adoração da mídia de Porto Alegre, cabe uma investigação nas atividades desse indivíduo e relações com alguns integrantes da mídia. Chaves, é claro. Tia Carmen, Detran etc.

17/02/2008 08:32

 
Anonymous blogdacornetaprogremio.blogspot.com disse...

O que é gestão temerária. Ver no blogdacornetaprogremio.blogspot.com

17/02/2008 08:38

 
Anonymous blogdacornetaprogremio disse...

Sábado, 16 de Fevereiro de 2008
FORA COM OS PREDADORES!

O técnico Vagner Mancini não encontrou explicação para a demissão, após 43 dias de trabalho no Grêmio. Negou atrito, mas prometeu jamais voltar a trabalhar com o presidente Paulo Odone. Receberá R$ 550 mil de multa rescisória pela ruptura unilateral de contrato - antes, o Grêmio havia pago US$ 250 mil (R$ 437 mil) de multa para o Al Nassr, dos Emirados Árabes. (zh)

Esperamos que o dinheiro desperdiçado com essa irresponsabilidade seja cobrado do Presidente e do Assessor de Futebol. Um milhão de reais.
Não há finanças que resistam.

Citando JORGE VIEIRA: FORA COM OS PREDADORES!

Postado por CORNETA PRÓ GRÊMIO às 06:44
Marcadores: Jorge Vieira, Mancini, Odone
2 comentários:
Anônimo disse...
Anunciaram a multa como sendo de 500 mil dólares.
O Conselho Fiscal vai ter de examinar bem esses documentos e pedir uma auditoria.
Ver se esse dinheiro chegou realmente no clube árabe ou se foi como os cheques da ISL que deram condenação por estelionato e acusação (abslovida) de formação de quadrilha.

16 de Fevereiro de 2008 18:32
BERNARDO disse...
Pagar 500 mil dólares ou até mesmo 250 mil de multa para pegar um treinador que os caras não conhecem, ou seja, uma aventura, tem de ser caracterizada como GESTÃO TEMERÁRIA e o dinheiro ser cobrado desses irresponsáveis.
Isso se a multa foi mesma paga para o clube e não ficou pelo caminho.

17/02/2008 12:08

 
Blogger San Tell d'Euskadi disse...

Tchê, faltam-me provas, mas a impressão que tenho é a de que o Pelaipe paga jornalistas para falarem bem dele. Tenho certeza que o projeto pessoal dele é ser o próximo Rafael bandeira dos Santos, o VP de futebol do Odone que virou presidente.

18/02/2008 11:41

 
Anonymous Anônimo disse...

tenho a mesma impressao do san tell d'euskadi.....

18/02/2008 14:58

 
Anonymous Anônimo disse...

Rafael Bandeira dos Santos foi o VP de futebol do Hélio Dourado em 1981. Além de montar o time que foi campeão brasileiro, Bandeira foi o candidato de Dourado na sua sucessão. Apesar do apoio, Bandeira perdeu para Koff por 12 votos.

19/02/2008 00:12

 
Anonymous Anônimo disse...

Incrível... A contratação do Mancini custou 500 mil dólares... A demissão custou 520 mil reais... Q q tá acontecendo com nosso time??? Não acho que ele seria o treinador certo mas estamos rasgando o pouco dinheiro que temos...

Pior é justificar a não contratação do TITE por pendência judicial que nem existe... Por favor, não empurrem goela abaixo da torcida convicções próprias, de diretoria incompetente, queimando profissinais competentes que fizeram o Grêmio jogar como time grande...

O Grêmio do TITE amassou o River e o São Paulo e pisou no Corinthians...

Dá-lhe tricolooooorrrrr... Meu único amooooorrrr....

19/02/2008 13:36

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home